Warning: is_dir(): open_basedir restriction in effect. File(/) is not within the allowed path(s): (/storage/content/54/1008554/pareasuriname.com/:/storage/configuration/wrappers/54/1008554/pareasuriname.com/:/tmp/) in /storage/content/54/1008554/pareasuriname.com/public_html/wp-includes/functions.php on line 1792 Warning: is_readable(): open_basedir restriction in effect. File(/storage/content/54/1008554/pareasuriname.com/public_html/wp-content/plugins/the-events-calendar/the-events-calendar.php/lang/the-events-calendar-en_US.mo) is not within the allowed path(s): (/storage/content/54/1008554/pareasuriname.com/:/storage/configuration/wrappers/54/1008554/pareasuriname.com/:/tmp/) in /storage/content/54/1008554/pareasuriname.com/public_html/wp-includes/l10n.php on line 649 Warning: is_dir(): open_basedir restriction in effect. File(/) is not within the allowed path(s): (/storage/content/54/1008554/pareasuriname.com/:/storage/configuration/wrappers/54/1008554/pareasuriname.com/:/tmp/) in /storage/content/54/1008554/pareasuriname.com/public_html/wp-includes/functions.php on line 1792 Vida gay no Suriname – Parea Suriname

Ao contrário da situação em muitos países caribenhos, a homossexualidade não é ilegal no Suriname e episódios de violência contra gays são raros. Porém, contrastando com o número crescente dos países sul americanos, no Suriname o casamento ou união civil entre pessoas do mesmo sexo ainda são proibidos.

A elite política surinamesa parece relutante em debater temas que mudem o status quo. Dentre os maiores empregadores, apenas a estatal petroleira Staatsolie reconhece a união entre pessoas do mesmo sexo em seus programas de benefícios trabalhistas.

É possível ser gay assumido no Suriname, mas para muitas comunidades locais o assunto ainda é tabu, o que representa um grande obstáculo para que alguns surinameses vivam sua sexualidade abertamente.

A Constituição Surinamesa não criminaliza explicitamente a discriminação baseada na orientação sexual. No entanto, há um artigo genérico que proíbe a discriminação de qualquer natureza e o governo Bouterse-Ameerali assumiu a posição de que os LGBT podem se considerar protegidos por esse artigo.

Membros da polícia surinamesa (KPS) participaram de seminários organizados pela LGBT Platform Suriname com o objetivo de reconhecer a violência contra a população gay. Por outro lado, há registros de violência policial contra os LGBT: em 2014 uma prostituta transexual guianense acusou policiais da prática de tortura durante uma detenção.

Desde 2010, acontece em outubro a Coming Out Week no Suriname, que conta com atividades culturais e sociais. Como parte do evento, é realizada uma marcha do orgulho gay no centro de Paramaribo.

Na capital surinamesa localiza-se também um bar gay (Lounge One, Zinniastraat 18) e todas as sextas feiras há uma festa gay na boate Night Fever (Joseph Israelsstraat 59).